Artigos

22/07/2016

Relatório Fundação ZERI Brasil 2015

Por

 

Relatório de atividades da Fundação ZERI Brasil - Ano de 2015

 

A Fundação ZERI Brasil, constituída em 20 de maio de 1998, tem como objetivo disseminar os Princípios da Metodologia ZERI no Brasil, a partir dos seus conceitos básicos:

  • Economia Azul: um modelo em que o processo de produção que é integrado, como em um ecossistema. Estuda a lógica e os processos naturais existentes nos Ecossistemas e os transfere para os processos econômicos, com o foco na geração de empregos, renda e harmonia social. Neste viés, quaisquer que sejam os desafios que nós humanos enfrentamos, os sistemas naturais têm soluções. Basta examinar a natureza melhor. Se imitarmos as soluções do meio ambiente, vamos atingir sustentabilidade, em tudo o que fizermos.
  • Emissões zero: objetivo a ser atingido onde todos os insumos utilizados num determinado processo, ou estão presentes no produto final, sem desperdícios, ou que os resíduos gerados no processo podem ser utilizados, com valor agregado, por outros processos e em outros produtos;
  • Ilhas de Sustentabilidade: são regiões, municípios ou outro tipo de comunidades locais que estão a caminho do desenvolvimento sustentável. Este conceito preconiza que as ações visando ao desenvolvimento sustentável devem ser implementadas em nível local.
  • UPSIZING: preconiza a elaboração de projetos onde a maximização do aproveitamento das matérias primas seja atingida através de cadeias e conglomerados produtivos aumentando as oportunidades de emprego, a lucratividade dos processos dos empreendimentos sustentáveis, a qualidade ambiental e a qualidade de vida.
  • Economia Azul: um modelo em que o processo de produção que é integrado, como em um ecossistema. Estuda a lógica e os processos naturais existentes nos Ecossistemas e os transfere para os processos econômicos, com o foco na geração de empregos, renda e harmonia social. Neste viés, quaisquer que sejam os desafios que nós humanos enfrentamos, os sistemas naturais têm soluções. Basta examinar a natureza melhor. Se imitarmos as soluções do meio ambiente, vamos atingir sustentabilidade, em tudo o que fizermos.

 

São princípios da metodologia ZERI adotados pela Fundação:

  • O desenvolvimento econômico e social das gerações atuais não pode comprometer a capacidade de satisfação das necessidades das gerações futuras;
  • 0 ser humano não pode esperar que a terra produza mais; o ser humano deve fazer mais com o que a terra já produz;
  • Será sempre possível desenvolver sistemas de produção que sejam capazes de aproveitar integralmente as matérias primas utilizadas, com desperdício zero;
  • Toda e qualquer ação deve ser baseada nos princípios dos sistemas ecológicos, onde os conceitos de rede e comunidade são centrais;
  • Todo sistema de informação deve ser compartilhado de modo a permitir que todos tenham acesso a todas as informações todo o tempo, bem como tenham liberdade de agir sobre a informação, como julgarem apropriado, neste tempo e lugar;
  • A liderança é baseada na capacidade de iniciar, guiar e manter diálogo entre os meios do conhecimento em uma sociedade. A liderança é fundamentada no desejo de obter um ambiente com “zero” conflito, onde todos são continuamente beneficiados pelos frutos do progresso;

 

Participação em viagens internacionais

No mês de outubro de 2015, o Sr. Lúcio Brusch, Diretor Presidente da Fundação ZERI Brasil, visitou a Europa, com o objetivo de participar de reuniões com membros da Rede ZERI Internacional e participar em eventos e atividades junto com Gunter Pauli.

Na cidade de Paris, França, teve importância a reunião de Gunter Pauli com a Prefeita de Paris, Sra. Anne Hidalgo, para apresentar o projeto de uso e aproveitamento de fraldas biodegradáveis. Foi criado grupo específico para avaliar a viabilidade deste tipo de projeto em relação às suas variáveis econômicas, sociais e ambientais da proposta.

Na cidade de Antuérpia, Bélgica, foi possível participar do encontro anual dos proprietários de veículos Tesla, no Hotel Hilton. O evento apresentou palestras e depoimentos sobre a utilização de carros elétricos e sobre tendências do futuro. Gunter Pauli apresentou as atividades, objetivos e conquistas da Rede ZERI Internacional e deu ênfase nos conceitos e propostas da Economia Azul.

Na cidade de Venlo, Holanda, realizou-se visita à empresa Solarus, que desenvolveu e comercializa painéis solares híbridos com performance otimizada na transformação de energia solar em energia térmica e elétrica. A partir da visita ficou acertada uma contribuição técnica com nossa Fundação e, eventualmente, o desenvolvimento de ações para a introdução destes painéis em nosso país.

Na sequência teve-se a oportunidade de visitar, em Eindhoven, também na Holanda, a empresa Antenna, que é um startup com tecnologia de vanguarda em Wi-Fi e que produz antenas com conceitos e formas geométricas desenvolvidas mimetizando a comunicação entre insetos e plantas na natureza. Esta tecnologia vai viabilizar os automóveis autômatos e, tendo sido patenteada em 2013, já em 2015 tem fábricas nos cinco continentes.

A seguir visitou-se Oprins, em Rijkevorsel, Bélgica, viveiro de mudas de bambu, o maior da Europa, que produz as mais diversas espécies e exporta para todo o planeta. O objetivo desta visita foi intensificar o contato e visualizar projetos conjuntos entre Oprins, Fundação ZERI Brasil e Bambuzeria Cruzeiro do Sul, de Minas Gerais. O viveiro tem grande capacidade e uma das linhas de cooperação envolve a produção de energia elétrica por meio da queima do bambu, que é uma solução sustentável.

A próxima visita foi a Malmo, na Suécia, onde foi possível conhecer em detalhe a tecnologia de produção e utilização de vórtices para separação de gases, líquidos e sólidos. Esta tecnologia e suas aplicações estão na vanguarda dos processos de limpeza e purificação de água bem como representa uma inovação disruptiva na forma de produção das peças e produtos utilizados. Pretende-se validar esta tecnologia no Brasil e disseminá-la, por sua importância e utilidade.

A próxima etapa foi em Novara, Itália, onde foi possível conhecer as instalações e os planos da empresa Novamont, maior empresa europeia que produz plásticos biodegradáveis. A visita foi excelente e demonstrou o poder e a amplitude da utilização de novos produtos à base de plásticos biodegradáveis. Pretende-se realizar um projeto no Brasil, na região do semiárido, com o objetivo da redução dramática da utilização de água com o uso extensivo de plásticos biodegradáveis,

A viagem encerrou-se em Pollenza, Palma de Mallorca, Espanha, onde realizou-se o evento Pocapoc, encontro de líderes mundiais no tema da inovação e sustentabilidade. Gunter Pauli esteve aí como palestrante. O evento teve participações brilhantes e foi de grande profundidade. O objetivo da participação foi contatar o Ministro da Educação do Butão, Sr. Thakur Singh Powdyel, no objetivo de fazer-se uma visita ao seu país e conhecer seu sistema de educação baseado na Felicidade Interna Bruta. Também, num encontro com o Sr. John Hardy, foi possível acertar um convite para visita à Green School, em Bali, para conhecer suas grandes construções em Bambu.

A viagem lançou uma série de oportunidades para a introdução de novas abordagens e tecnologias em nosso país, que estão em andamento.

Projetos

Biofixação de CO2 por microalgas

O nosso principal projeto do Centro de Referência em Desenvolvimento Sustentável em Santa Vitória do Palmar, com ênfase na produção de microalgas a partir do uso das águas da Lagoa da Mangueira, em cooperação com a Fundação Universidade de Rio Grande, FURG, foi descontinuado e os equipamentos foram movidos para a Universidade Federal de Rio Grande, mas atividades de pesquisa e publicações continuam sob a coordenação do Prof. Jorge Alberto Vieira Costa.

Um aspecto importante foi a definição do nosso projeto para ser um dos representantes na Feira Mundial de Milão, Expo 2015, no dia mundial da Alimentação, 16 de Outubro.

Em 2015 continuou-se a implantação testagem da unidade piloto de Biofixação de CO2 na Usina Presidente Médici da empresa CGTEE em Candiota, no Rio Grande do Sul.

Do ponto de vista acadêmico avançamos ainda mais chegamos a números expressivos: 20 doutores, 45 mestres e um grupo de 65 pesquisadores.

Considerações e perspectivas

Sobre Gunter Pauli e a Rede ZERI Mundial

Gunter Pauli continua a influenciar pessoas e inspirar projetos em todo o mundo. Sua atuação torna-se referência de pensamento inovador e da implantação de ações e projetos únicos no planeta.

Em 2015, no processo anual de avaliação dos melhores “Thinking Thanks” do Planeta, coordenado e mensurado pela Universidade da Pensilvânia, Estados Unidos, no tema das propostas de melhores ideias e políticas inovadoras para o planeta, a Iniciativa ZERI tem destaque e está em oitavo lugar.

Fábulas de Gunter Pauli

Em conjunto e com apoio da empresa IESDE, de Curitiba, continuamos na divulgação das Fábulas, que hoje estão presentes em 120 escolas no país e já foram distribuídas mais de 20000 fábulas. O processo intensificou-se em 2015 e, no ano de 2016, pretende-se publicar mais 15 fábulas, chegando a 32 no total. 

Livro Economia Azul

Continuamos a divulgação do livro pelo Brasil e, em 2015, imprimimos mais 250 cópias.

Apresentações e palestras sobre a Metodologia ZERI e Economia Azul

Na data de 15 de agosto, Gunter Pauli esteve no Brasil e proferiu palestra na cidade de Currais Novos, Rio Grande do Norte, no evento denominado Transformação, promovido pelo IESDE, com o objetivo de apresentar e explicar os conceitos e ideias associadas às Fábulas de Gunter. No evento estiram presentes representantes de 86 escolas de todo o país, incluindo proprietários, diretores, supervisores e professores.

No dia 18 de novembro, realizou-se, com apoio diretor da Fundação ZERI Brasil, o Fórum dos Grandes Debates, Meio Ambiente e Sustentabilidade, promovido pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul. Neste evento Gunter Pauli esteve presente, apresentando palestra e participando do debate ao final. O Diretor Presidente da Fundação coordenou uma das mesas e participou da organização e realização do evento. A participação foi de mais de quinhentas pessoas e o evento foi um sucesso. 

Novos projetos

Continuando os esforços, as possibilidades de avanços para o biênio 2015/2016 estão relacionadas à utilização de uma abordagem de desenvolvimento local em parceria com outras organizações do setor público e privado. As negociações estão em andamento para a adoção de soluções sustentáveis para o desenvolvimento regional incluindo fontes de energia renováveis, saneamento biológico e gestão sistêmica de resíduos.

Está em andamento, além da proposta de implantação de uma unidade de papel de pedra no Brasil, o projeto de placas solares híbridas, a utilização de vórtices para tratamento e limpeza de água, entre outros.

Finalmente, pretende-se implantar dois novos projetos demonstração, um na Cidade de Curitiba, na construção de um modelo de escola sustentável e no Rio Grande do Norte, para manejo de águas no semiárido brasileiro.

Novo Estatuto

Em razão da exigência do Cartório de Registros para a averbação da ata da Assembleia Geral que elegeu a nova diretoria da Fundação, realizou-se esforço para a elaboração e aprovação do novo Estatuto, que, espera-se, conclua-se durante o ano de 2016.

Agradecimentos

A Fundação ZERI Brasil continua sendo resultado do trabalho de cooperação entre profissionais que tem consciência dos desafios inerentes ao desenvolvimento de uma proposta sustentável para a manutenção da vida em nosso planeta. A estas pessoas os agradecimentos por manter a Fundação ZERI operando e com perspectivas tão positivas, além de uma ação concreta e diferenciada.

Porto Alegre, 22 de julho de 2016.

FUNDAÇÃO ZERI BRASIL

Lúcio Renato de Fraga Brusch - Diretor Presidente

Deixar um comentário

Livros

  • Upsizing

    Neste livro Gunter Pauli faz uma apresentação clara do que é e como se aplica a Metodologia ZERI. É uma leitura que oferece dados sobre o que ocorre na ação de transformar o modelo produtivo atual e avançar para as soluções integradas e sistêmicas de produção.
    Também, sinaliza para as alternativas viáveis que venham a satisfazer as necessidades humanas por água, comida, energia, moradia, vestuário, saúde, educação e trabalho, de forma sustentável ao ambiente natural.

    Preço: R$ 20,00

    Comprar

Facebook